Deus seja louvado e o encardido acorrentado!

Deus seja louvado e o encardido acorrentado!

Versão em Texto:

HISTÓRINHA

Deus seja louvado e o encardido acorrentado!

Não tem a história daquele rei que era um ateu? Ele tinha um súdito que era muito carismático. Aí tudo que acontecia, o súdito falava:
– Deus seja louvado e o encardido acorrentado. Foi a vontade de Deus!
Aí, acontecia lá uma desgraça qualquer e ele dizia:
– Deus seja louvado e o encardido acorrentado!
E aquilo irritava o rei.
Um belo dia, eles estão na floresta caçando, veio uma onça e grudou o dedinho do rei. Comeu o dedinho do rei. Quando o rei olhou pra ele, ele virou pro rei:
– Deus seja louvado e o encardido acorrentado!
Aí o rei ficou louco!
– Que encardido acorrentado, o quê? Quem vai ficar acorrentado é você, sua anta!
Já mandou que os guardas o prendessem imediatamente. Ficou preso e, quando foi preso :
– Deus seja louvado e o encardido acorrentado!
Passou um tempo, o rei sarou do dedinho, voltou pra floresta pra caçar. Estava na floresta, caçando, quando um bando de índio antropófago (aqueles indios que comem a pessoa), prendeu o rei. Caçaram ele e levaram ele. Levaram o rei preso, já fizeram aquele ritual, as danças, tudo, aquele caldeirão enorme lá, já, pra cozinhar ele… Quando estava quase na hora do ofertório, chamaram o pajé pra dar a bênção final no alimento. Que o índio não come sem agradecer ao senhor… Quando o pajé veio pra dar a bênção, o pajé deu um berro:
– Não serve como oferenda! Falta um dedo!
O rei foi libertado. Quando o rei foi libertado, o rei ficou feliz da vida! Falou:
– Aquele homem tinha razão! Deus seja louvado! É verdade! Se eu tivesse o dedo eu tava comido agora…
Aí, quando ele chegou no palácio, a primeira coisa que ele fez? Mandou soltar aquele homem. Soltou o empregado, o servo, mandou trazer até ele, pediu desculpas:
– Você me perdoa! Você me desculpa! Agora eu tou acreditando! Mas eu só não entendi uma coisa, se esse Deus seu é tão bom, que você vive falando: “Deus seja louvado e o encardido acorrentado”, como é que Ele não impediu você de ficar preso injustamente?
E ele:
– Deus seja louvado e o encardido acorrentado! Deus é sábio! Se eu não estivesse preso, eu estaria com o senhor. E, estando com o senhor, como eu tenho o dedo perfeito, os índios teriam me comido.
Deus seja louvado e o encardido acorrentado!

Padre Léo

Contada por Padre Léo na pregação: Prosseguir decididamente e transcrita no site http://www.padreleoeterno.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *