Ampliando desenhos

ampliando-desenhos-cab

Quantas vezes não precisamos ampliar um desenho, é ótimo quando podemos usar a tecnologia, mas no primeiro momento que pensamos no assunto nos deparamos com nossa impressora que imprime no máximo papéis sulfites, e o que precisamos é do tamanho de um mural, então já não serve e teríamos que contar com uma gráfica.

Mas tudo depende do que queremos fazer e se caso você tenha que ampliar seu desenho, tenho algumas dicas para que o ato de aumentar não seja o empecilho para o desenho que no tamanho pequeno ficou correto, ou a referência não seja totalmente descaracterizada quando for ampliada por causa do tamanho.

Antes vamos entender o que realmente pode dar errado ao ampliar um desenho. A questão maior é a dificuldade de ocupar o espaço correto, saber até onde vai uma linha, pois seu campo de visão fica limitado quando você está próximo desenhando e precisa ficar se distanciando para ter uma ideia da área total.

Você sabia que um bom desenho respeita bem os espaços existente numa figura, falo dos espaços existente entre os objetos do desenho, o espaço que existe entre o que se está desenhando, erramos quando pensamos somente na linha e acertamos quando a fazemos respeitando os espaços do desenho, muita gente na área do desenho chama isso de espaço negativo, vamos ver um exemplo:

ampliando-desenhos-1ampliando-desenhos-2

Repare nas áreas pretas, repare os espaços que existem entre as duas crianças, repare que da cabeça para baixo das crianças existem um espaço, e da mão do menino para baixo outro espaço, para o desenho ficar correto estes espaços devem ser observados, como por exemplo a mão do menino, vai até o braço da menina e o pé esquerdo da menina encosta e está indo para trás do joelho esquerdo do menino. Quando valorizamos e observamos bem estes espaços estamos caminhando para representar bem nosso desenho.
Mas ao ampliar nosso problema continua, pois pelo tamanho podemos nos perder, pois o desenho todo será muito grande para dominarmos a observação destes espaços. Bom para isso vou ensinar o uso da técnica do desenho quadriculado (que mais facilita e não dispenso para um desenho muito grande) e o que mais uso que é o uso de eixos verticais e horizontais de comparação. Vamos ver os dois e … ai você terá uma outra visão quando for ampliar um desenho e as vezes até deixar de recorrer tanto para a tecnologia, gráfica, computadores.

Desenho Quadriculado

A ideia do Desenho Quadriculado é você quadricular o desenho menor e fazer o mesmo na área que será feito o desenho maior e assim ter um domínio total da área, mas para isso use quadrados de mesmo tamanho nos desenhos e calcule qual tamanho ele terá que ser no desenho maior, por exemplo, no desenho menor trace linhas e colunas a cada 1 cm e depois veja que tamanho eles poderão ser na área que será desenhada, por exemplo poderia ser a cada 10 cm, a cada 12 cm, a cada 30 cm. Como estamos fazendo quadrados não importa para que tamanho faremos. Feito isso observe que o quadriculado na área maior já percorre todo o espaço então temos este espaço setorizado, não nos perderemos. Observe que você pode começar a desenhar e para saber onde começar é só escolher um dos quadros, pois com seu desenho quadriculado e o espaço onde será feito quadriculado, você poderá se preocupar em desenhar um quadro de cada vez.

Vamos fazer juntos:

Primeiro nosso desenho:

ampliando-desenhos-1

Agora vamos quadricula-lo:

ampliando-desenhos-3

Vamos fazer o quadriculado na área maior:

ampliando-desenhos-4

E agora vamos começar a desenhar começando pela cabeça da menina, mas na parte do rosto, então começarei no quadro da coluna 2 linha 3, e seguirei naturalmente o rosto da menina, sempre representando tudo o que tem em cada quadro, e a sequência está no quadro da coluna 2 linha 4, veja na figura abaixo:

ampliando-desenhos-5

E assim vou seguindo o desenho até acabar:

ampliando-desenhos-3

Depois é só apagar as linhas da grade e colorir o desenho.

Uso de Eixos Verticais e Horizontais para comparação

Neste método não quadriculamos o desenho, nós vamos comparando áreas já desenhadas para saber onde estarão nossos próximos traços e fazemos isso marcando nosso desenho com eixos verticais e horizontais, vejamos alguns exemplos:

ampliando-desenhos-6

Agora que entendemos a ideia podemos começar, mas para isso precisamos posicionar primeiro nosso desenho, e para isso devemos encontrar o meio do desenho, fazendo uma linha horizontal e vertical.

ampliando-desenhos-7

E fazemos o mesmo na área que faremos o desenho maior:

ampliando-desenhos-8

Se quisermos não precisamos achar o meio para todas as comparações, apenas para fazer um esboço para termos com o esboço uma ideia onde tudo ficará e onde começaremos. No exemplo irei marcar um ponto (definidos pelo vermelho) e um primeiro risco usando escala (em azul) e a partir dele fazer as comparações e marcando onde os riscos chegarão ou passarão. No caso o risco vermelho vertical, tem o mesmo tamanho da base do nariz (mostrando pelo risco azul). Veja como ficou:

ampliando-desenhos-9

Continuando se pegarmos o risco vermelho horizontal ele tem o mesmo tamanho do centro até o queixo:

ampliando-desenhos-10

E assim você vai fazendo comparações no desenho que já tem e vai marcando e desenhando aquele pedaço, ou como mostrado anteriormente, em que direção algumas partes estão, como o olho na mesma reta do final do short da perna direita do menino. Como exemplo neste desenho eu pegaria a medida da largura do nariz e veria que ponto ele ficaria para achar a altura dos olhos, que no caso é exatamente este tamanho a partir da altura do ponto inicial, e assim vai continuando, pois quando vamos desenhando vamos tendo novas referências (como é o caso da linha verde no desenho abaixo depois que desenhamos o olho) e nem é sempre que precisamos fazer as linhas.

ampliando-desenhos-11

Após terminar os desenhos é só apagar os eixos que serviram de comparação.

Espero que tenha gostado, que possa ser útil caso precise ampliar um desenho e não precise ficar refém da sorte para que fique bom.

Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *