Peçamos a humildade

Hoje tive a graça de me deparar com uma meditação sobre a humildade à luz do evangelho do dia que narra sobre o Evangelho de São Marcos 8,34 – 9,1 que fala sobre Jesus dizendo “Quem quer me seguir que renuncie a si mesmo”. E em meio a isso foi falado da humildade que devemos ter para que Deus possa trabalhar em nossa vida. E junto a isso Padre Donizete Ferreira que fazia a meditação na Homilia Diária da Canção Nova mostrou como exemplo uma oração que nos remete a humildade, feita pelo Cardeal Merry del Val (1865-1930), Secretário de Estado do Vaticano, durante o pontificado de São Pio X, ele mesmo costuma recitar esta oração depois de celebra a Santa Missa, o que me impressionou é o cuidado com que esta oração tem em nos levar a humildade buscando o que é certo, o que é de Deus e não buscando mostrar aos olhos do mundo… o formato é de uma ladainha a Ladainha da Humildade.

Fiquei muito feliz em conhecê-la e gostaria de partilhar com vocês aqui… o convite também é de que a rezemos, pois buscar a Deus, a santidade passa pela busca da humildade. Como nos diz Santa Tereza D’Ávila:

“Enquanto vivemos nesta terra não há coisa que mais importa para nós do que a humildade”

Livro Moradas, capítulo 2, número 9.

Então rezemos esta Ladainha e que o Senhor nos dê a graça da Humildade e fazer as coisas com amor à Ele.

Ladainha da humildade

Ó Jesus, manso e humilde de coração, ouvi-me.
Do desejo de ser estimado, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser amado, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser conhecido, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser honrado, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser louvado, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser preferido, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser consultado, livrai-me, ó Jesus.
Do desejo de ser aprovado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser humilhado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser desprezado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de sofrer repulsas, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser caluniado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser esquecido, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser ridicularizado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser difamado, livrai-me, ó Jesus.
Do receio de ser objeto de suspeita, livrai-me, ó Jesus.

Que os outros sejam mais amados do que eu, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros sejam mais estimados do que eu, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros possam elevar-se na opinião do mundo, e que eu possa ser diminuído, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros possam ser escolhidos e eu posto de lado, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros possam ser louvados e eu desprezado, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros possam ser preferidos a mim em todas as coisas, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.
Que os outros possam ser mais santos do que eu, embora me torne o mais santo que quanto me for possível, Jesus, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo.

Nossa Senhora nossa mãe e modelo de humildade, rogai por nós!

Abraços,

Tenham uma boa navegada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.